Fundação da Juventude

Turismo e Mobilidade

De 10/01/2014 a 04/07/2014

Concurso Turismo e Mobilidade KiiCS

Sete escolas da área metropolitana do Porto responderam à Call do Concurso de Ideias sob o tema “Turismo e Mobilidade”, concurso associado ao Cluster Sea Cities do projeto KiiCS (Knowledge Incubation in Innovation and Creation for Science) - projeto financiado pela Comissão Europeia que visa o estabelecimento de uma aliança forte entre a Arte, a Ciência e a Tecnologia. 62 alunos submeteram 15 projetos, sob a coordenação de 22 professores. 

O concurso, organizado pela Fundação da Juventude, pretendia que jovens com idades compreendidas entre os 16 e os 18 anos - preferencialmente a frequentar o ensino secundário dos cursos profissionais da área de Turismo - se reunissem em grupo e, com a ajuda de um professor/coordenador, criassem uma ideia de negócio com ligação entre a área das ciências e das artes, fazendo referência à área do Turismo e Mobilidade e tendo como tema central a cidade do Porto.

Dos 15 projetos apresentados, foram pré-selecionados 6, num total de 27 alunos, 7 professores e 4 escolas envolvidas. Estes receberam apoio de tutoria e participaram em workshops no sentido de continuarem o desenvolvimento da ideia.

A apresentação pública destes 6 projetos realizou-se no dia 26 de junho, no auditório da Fundação da Juventude.

"Blind Senses" foi anunciado como o projeto vencedor, recebendo uma viagem ao Parlamentarium (Centro de visitas do Parlamento Europeu) em Bruxelas, com a duração de 3 dias. 

Documentos para Download

  • Entrevista Porto Canal
  • O projeto vencedor

    "Blind Senses" foi escolhido por unanimidade pelo Júri, constituído por Maria João Nunes, do Departamento de Turismo da Câmara Municipal do Porto; Patrícia Remelgado, do Pporto.pt e Paula Cardoso, da Fundação da Juventude. 

    O projeto, desenvolvido pelas alunas Ana Lopes, Caroline Alves, Diana Lago, Liliana Oliveira e Sofia Oliveira, da Escola Profissional de Espinho, e orientado pela Professora Patrícia Martins, pretende dar a conhecer a cidade do Porto através de um roteiro turístico de sensações.

    O objetivo é possibilitar aos turistas invisuais o conhecimento da cidade do Porto de uma maneira bastante diferente e de certo modo mais aprofundada, através de outros sentidos: paladar, tato, audição e olfato. No entanto, este projeto não é só para invisuais, mas para todas as pessoas que queiram conhecer o Porto de maneira mais aprofundada. O trabalho desenvolvido pelas alunas da Escola Profissional de Espinho pode ser consultado aqui

    Segundo o Júri, “Blind Senses” destacou-se pela sua “criatividade, inovação e exequibilidade”. Trata-se de um “projeto inclusivo, criativo e de fácil implementação, tendo as alunas feito uma abordagem muito profissional e com pleno domínio dos conteúdos”.

     

    Vencedoras Concurso

     

    Notícia

     


  • Projetos pré-selecionados

    Projeto “Blind Senses” – Escola Profissional de Espinho (Ana Lopes, Caroline Marques Alves, Diana Lago, Liliana Oliveira, Sofia Oliveira)

    O projeto Blind Senses pretende dar a conhecer a cidade do Porto através de um roteiro turístico de sensações.

    O objetivo é possibilitar aos turistas invisuais o conhecimento da cidade do Porto de uma maneira bastante diferente e de certo modo mais aprofundada, através de outros sentidos: paladar, tato, audição e olfato.

    Os turistas devem descrever as coisas em que tocam, o que ouvem e o que cheiram e também o que estão a sentir.

    No entanto, este projeto não é só para invisuais, mas para todas as pessoas que queiram conhecer o Porto de maneira mais aprofundada.

     

    Projeto “Espaço Multiusos do Freixo” – Escola Profissional do Infante (Ariana Maia, Cátia Nova, Liliana Alves, Joana Ferreira, Sara Correira)

    O objetivo deste projeto é reabilitar o edifício da Central Termoelétrica do Freixo transformando-o num espaço científico, de negócios, cultural e lazer, criando assim um espaço que promova a experiência e a participação ativa do visitante.

    A central será transformada num espaço multiusos com as seguintes valências:

    - Unidade Museológia Termoelétrica e loja de lembranças

    - Centro de congressos e reuniões

    - Bar

    As expectativas passam por alargar a oferta da animação turística do Porto, contribuir para o aumento da permanência do turista nacional e estrangeiro na cidade, criar postos de emprego e gerar economias locais.

    No fundo, este projeto pretende qualificar espaços que constituem o património arquitetónico e cultural da cidade do Porto.

     

    Projeto “Às voltas pela cidade” – Escola Secundária Augusto Gomes, Matosinhos (Ana Tavares, Joana Neves, Mauro Filipe, Pedro Teixeira e Solange Andrade)

    O projeto “Às voltas pela cidade” pretende demonstrar o potencial turístico que a cidade do Porto possui, através de uma rota diurna e de um circuito noturno, onde se pode verificar a grande diversidade e beleza da cidade. Este trabalho será realizado com o intuito de aumentar a oferta turística na cidade do Porto. O transporte utilizado na rota diurna será um dos mais antigos e típicos das ruelas da cidade, o carro elétrico.

    A rota diurna pretende democratizar o acesso ao património cultural e arquitetónico da cidade. Já o circuito noturno tem como objetivo principal contar estórias do Porto, que abranjam lendas, mitos e crenças populares.

     

    Projeto “De Coche pelo Porto” – Escola Secundária Augusto Gomes, Matosinhos (João Conceição, João Teixeira, Pedro Tiago e Miguel Chaves)

    Este projeto consiste em proporcionar aos turistas um passeio de coche pelo centro do Porto, passando por alguns monumentos históricos, culturais, religiosos, artísticos e arquitetónicos.

    Os objetivos são: aumentar a oferta turística na cidade do Porto, dinamizar a mobilidade turística no Porto, de uma forma ecológica e criar novos postos de trabalho.

    Uma das ideias é introduzir nos coches equipamentos tecnológicos de vídeo e de áudio, que informem o turista sobre os monumentos pelos quais está a passar. Existirão dois tipos de itinerário: um cultural e um religioso.

     

    Projeto “Porto dos Pequeninos” – Escola Secundária Augusto Gomes, Matosinhos (Inês Moreira, Maria Inês, Tiago Fernandes, Vanessa Rodrigues)

    Com este projeto, pretende-se a construção de um parque temático lúdico-pedagógico representativo da área metropolitana do Porto, aproveitando um espaço abandonado no Porto (antigo campo de futebol do Leixões Sport Clube).

    Neste local, crianças e adultos poderão entrar numa mini cidade cheia de aventuras e emoções. A expectativa é incutir nos mais novos de uma forma diferente o interesse pela história e património do Porto, aumentar também a oferta turística na cidade.

     

    Projeto “Arquitetura do ferro na cidade do Porto” – Escola Secundária Alexandre Herculano (Paulo Vieira, Pedro Carneiro, Vanessa Pinto e Carlos Pinto)

    Este projeto é uma forma de divulgar e promover um dos tipos de arquitetura que identificam a cidade além-fronteiras.

    Através da criação de um vídeo promocional sobre a arquitetura do ferro no Porto, pretende-se apresentar alguns dos edifícios emblemáticos, estudando a sua funcionalidade ao longo dos tempos.

    Para isto, será necessário identificar edifícios que, sendo integralmente em ferro, constituem marcas de uma época de crescimento exemplar da cidade, encontrando novos elementos de valorização turística.

  • Notícias relacionadas

  • Contactos

    Susana Chaves

    Tel. (+351) 223 393 530

    schaves@fjuventude.pt

Sede

  • Palácio das Artes - Fábrica de Talentos
    Largo de S. Domingos, 19
    4050-545 Porto
  • Tel: + 351 22 339 35 30
    Fax: + 351 22 339 35 44

Newsletter